Primeiramente vamos entender melhor sobre o pão

Da onde surgiu o pão francês?

Na Europa em 1910 no surgimento na cultura Belle Époque que foi marcada por inovações e teve o desenvolvimento industrial também, dentro disso cafés e confeitarias foram eleitos ponto de encontro de intelectuais e artistas.

As pessoas de maior poder econômico fazia jantares, festas, etc… dependia de uma boa gastronomia que impressionavam a todos.

Paris se destacou na Belle Époque e virou capital da culinária, onde começaram as baguetes que então o povo da elite do Brasil que ia para a Europa buscar e trazer de lá um pouco da cultura europeia, começaram reproduzir os costumes franceses como os das cafeterias e ai tentaram servir as baguetes aqui só que os padeiros criaram uma receita de um miolo mais macio e resolveram chamar de pão francês e fez muito sucesso.

Ninguém resiste aos pães franceses no Brasil saído do forno o aroma, a casca crocante, o miolo, é realmente uma receita que deu muito certo.

Antes, o pão era duro e meio seco, o pão levedado foi inventado no Egito, onde, há cerca de 6000 anos, descobriram a fermentação.

Antes de começar saiba os erros e acertos:

  • Não pode usar água quente
  • Não pode faltar sal e nem exagerar nele
  • Controle o excesso de fermento
  • Não pode ocorrer a falta de açúcar
  • veja se a temperatura do forno é a correta
  • Modelagem apertada também é errado
  • Não adicione sal antes de ativar o fermento
  • E o que faz a diferença é no corte da massa correto

 

Certifique se que está usando tudo de qualidade
É importante afirmar que vise na utilização correta dos melhoradores, farinhas e fermento.

Mão na massa receita:

Ingredientes

  • 1 kg de farinha de trigo
  • 20 g de sal
  • 600 ml de água
  • 10 g de fermento biológico seco
  • 10 g de açúcar
  • 10 g de melhorador

 

Modo de preparo

Vamos Lá
1- Primeiro misture o melhorador, a farinha de trigo, o açúcar, metade da água, o fermento e o sal.
Depois de mexer bem você deve adicionar a outra metade da água.
Continue mexendo bem até se formar uma massa.

2- Sove a massa até ficar esponjosa ao ponto que quando você esticá-la seja possível ver o outro lado, sem que ela se rompa.
Deixe a massa descansar por 20 minutos.

3- Divida a massa em porções de 65 gramas e deixe descansar por uns 10 mim.
A divisão tem por objetivo a obtenção de frações de massa de peso determinado e regular. A peça (ou corte) da massa para produção de pão francês pesa até 70g.

4- Modele a massa com e deixe fermentar por 75 minutos.

5- Faça o corte com a pestana no meio da massa, típico de pão francês e levar para o forno a 180°C por 18 minutos.

Como modelar o pão francês?

Com a ajuda de um rolo meça 6 dedos e corte com a mão.
Depois que cortar toda a massa, pegue uma por uma e achate um pouco com as mãos e enrole.
Espere crescer e antes de levar ao forno borrife um pouco a água.

Saudável ou Prejudicial?

O pão francês é um ótimo alimento a ser ingerido pela manhã com manteiga ou queijo, te da o sustento necessário para um café da manhã, porém para muitos é um vilão muitas pessoas tem receio de engordar por causa do pão, mas todos sabemos que tudo que é exagerado não faz bem, assim como tudo que falta também pode fazer mal, comer um pãozinho pela manhã não tem nada de mais, agora ingerir 3 a 5 pães pela manhã e mais a tarde dai claro ganhará peso, há quem opte pelo pão integral tudo bem, fique a vontade para escolher.

O pão francês é delicioso pode ter muitos carboidratos mas também precisamos deles e é ótimo com manteiga, geleia e etc… E é essencial na vida dos brasileiros e ainda é um alimento natural pois é feito sem conservantes.

O Pão Integral

Engana quem pensa que trocar o pão francês pelo integral causara muita diferença nem tanto existem alimentos mais nutritivos que o integral e nem todo mundo faz o pão integral da forma que deve ser feita, mas você não precisa corta-lo, mas coma com moderação, tanto para quem está em uma dieta e para quem não está.

A quantidade de sal adicionado no pão pode variar de cidade, padaria a Anvisa recomenda que seja menos, por isso não exagere no sal, isso não significa cortar o sal só controla-lo.

A farinha de trigo contida no pão é responsável pelas proteínas, sendo assim, esse pão além de carboidratos tem também proteínas.

Caso aconteça acidentes como o pão com bolhas, pão ressecado, com sabor estranho, fique atento, no caso de bolhas pode ser o fermento que estava contaminado ou então excesso de farinha na moldagem, se notar algo estranho na massa concluímos que não é bom para o consumo, por isso as farinhas tem que ser de qualidades não fracas e o fermento também tem que está bom.

Problemas com a casca do pão ?

Veja o que pode ter ocorrido :

Casca do pão muito grossa, pode ter sido falta de açúcar, forno frio, falta de vapor e pouco tempo de fermentação e até massa velha

Casca com arrebentamento, pode ser por causa da massa dura, excesso de mistura ou excesso dos melhoradores, temperatura elevada da massa e pão mal modelado.

Tem padeiros que esperam o pão dourar na hora de assar porém não é a melhor forma, pois o pão pode ficar um pouco seco então não precisa deixar o pão assando até ficar dorado.

Abaixo os tipos de pães consumidos pelos brasileiros:

1- Pão francês, de sal ou ainda cacetinho nossa querido pão de miolo macio e casca dourada e crocante

2- Pães integrais que são ricos em fibras

3- Cibatta de textura bem macia e por cima é meio polvilhado

4- Pão italiano alongado ou redondo é muito saboroso

5- Pão australiano é um pão adocicado e com a cor mais escura que muitos amam

6- Pão de batata é delicioso

7- Pão de aveia a aveia é altamente nutritiva e quando combinada com pão tem mais fibras

8- Pão preto que leva caramelização do açúcar sem dúvida um pão muito bom

Muitas pessoas acham que o glúten faz mal, mas na verdade o glúten da farinha, que deixa o miolo macio e aromático, ele não faz mal porém para os diabéticos não é muito bom e se ingerir de mais faz mal.

A formação da pestana do pão

Um das diferenciações na formação da pestana do pão, não podemos deixar de falar é o uso do utensílio correto, os riscadores do riscapão é uma mão na roda para profissionais, porque além da segurança possui uma praticidade única e muito eficiente tendo até 20 mil cortes, procure saber mais em nossa loja virtual, quem sabe você não goste, não é mesmo e aproveite que estamos dando um “SUPER BRINDE”.

Enfim espero que gostem. Deixe seu comentário abaixo.

Twittar
Pin
Compartilhar